Cobogó: perfeito para dividir ambientes e para a decoração

| Deixe um comentário | 7 de agosto de 2018


 

O cobogó surgiu no Recife em meados dos anos 1920 e se popularizou no Brasil por volta de 1970. Inicialmente, ele foi pensado para ajudar a circulação do ar e da luz em casas localizadas em regiões muito quentes. Hoje, ele também é um ótimo artifício na decoração e na divisão de ambientes.

Apresentados em vários materiais como cimento, cerâmica, mármore, vidro e gesso, os cobogós também podem ter formas e tamanhos diferenciados, inclusive você pode encomendar o seu para ser feito do seu jeito em vários lugares.

 

Na hora de separar ambientes, o cobogó não é só funcional, mas também decorativo. Ele fica lindo para dividir a cozinha da lavanderia, o quarto da sala ou até como um corredor, começando da porta de entrada. Dessa forma, ele acaba sendo uma ótima opção, principalmente para lofts e casas com um espaço restrito, pois sempre dá a sensação de um ambiente maior.

 

Já em áreas externas, eles ficam um sucesso em churrasqueiras, varandas, quintais, piscinas e até na própria fachada do lar.

 

Mas, antes de escolher o modelo ideal para sua casa, é preciso atentar a alguns pontos. O primeiro e mais importante é que não se deve substituir paredes de alvenaria por cobogós, pois eles não suportam muito peso. Outra dica é que não se deve pendurar coisas muito pesadas neles, principalmente se não forem fixos no chão. Ninguém quer uma linda parede de cobogós desabando em casa, não é verdade?

 

 

E aí, gostou de saber mais sobre o cobogó? Agora você pode escolher o seu de acordo com a decoração e a divisão da sua casa, seja ela mais rústica, clássica ou moderna!