Como escolher torneiras pra cozinha e banheiro?

, | | 2 de setembro de 2016


Os modelos são vários: jatos diversos, com filtro acoplado ou não, bica móvel, extensor flexível, acionamento por sensor e tecnologias economizadoras que limitam a quantidade de água por acionamento. Você pode escolher qualquer uma, mas o básico é prestar atenção em dois detalhes: altura da torneira em relação à cuba e comprimento da bica para garantir que a saída de água fique na direção do ralo.

1 – Torneira da cozinha

As tarefas executadas na pia da cozinha exigem um espaço confortável para lavar louças e alimentos. Entre a bica de onde sai a água e a bancada da pia, deve existir  uma distância de pelo menos 30cm, não importando se a torneira é fixada na  bancada ou na parede.

2 – Torneira do banheiro

No banheiro a saída de água deve ficar próxima à direção do ralo. Veja se cabe sua mão e se, na hora de lavar, a água não vai escorrer pela lateral. Lembre que o tamanho da torneira deve ser proporcional à cuba ou ao lavatório.

3 – Dúvida cruel: torneira ou misturador?

O misturador só é utilizado onde existe sistema de aquecimento da água.  Ele  serve para abrir o registro de água fria ou quente, permitindo que você use uma delas ou misture as duas.

Veja também: aquecedor de água no banheiro, qual é a melhor opção?

Curiosidade: se o modelo tiver dois registros – um pra cada saída de água, ele se chama misturador duplo comando; e se uma mesma alavanca controla vazão e temperatura da água,é um misturador monocomando.

4 – O material é importante?

As  torneiras podem ser de metal ou de plástico ABS. Nas primeiras, o miolo pode ser de  ser de latão, liga de cobre, zinco ou aço inox.  Elas funcionam do mesmo modo, mas o latão é o que mais resiste à corrosão.

O acabamento externo mais comum é o cromado, que é mais resistente ao desgaste. Já as produzidas com ABS, também chamado de plástico de engenharia, são brancas, mas podem ser pintadas de cores metalizadas e custam menos, embora sejam menos resistentes.

Mais: qual é o filtro de água mais indicado pra sua família?

5 – Arejador sempre!

O arejador é uma peça que fica na ponta da bica e adiciona ar ao jato, diminuindo o volume do líquido em até 50%, o que ajuda muito na economia de água. Muitas torneiras já vêm com esse anel. Quando isso não ocorre, é possível comprar avulso, mas não deixe de conferir se o encaixe é compatível com a ponta da torneira!

6 – Manutenção

Por último, mas não menos importante: comprar uma marca que disponha de assistência técnica na sua região evita dores de cabeça futuras. Resista à tentação de abrir a torneira e mexer no mecanismo no primeiro problema. A garantia oferecida pelo fabricante é de cinco anos, no mínimo, mas você pode perdê-la se resolver desmontar a torneira!

Gostou das dicas? Compartilhe este post nas suas redes sociais!

Tag: , , , , , ,

Comentários estão fechados.