Ventilador: como escolher o modelo ideal

| Deixe um comentário | 6 de outubro de 2017


O inverno acabou e já é hora de se preparar para os dias mais quentes. E para encarar o calor, um bom ventilador pode te oferecer um ótimo nível de conforto, a um preço acessível.

Opções não faltam. Os ventiladores podem ser de teto, portátil, de parede, mesa… a escolha pelo modelo vai depender da sua necessidade e do ambiente em que o aparelho será colocado.

Primeiramente, é preciso analisar a quantidade e inclinação das pás e as rotações por minuto (RPM). Se você quer apenas um vento refrescante, mas fraco, escolha um ventilador com até 250 rotações por minuto. Se quiser mais potência, escolha os modelos mais velozes.

Vale lembrar, no entanto, que quando as pás giram muito rápidas, o vento pode se transformar em um jato forte, o que pode ser um pouco incômodo. Os modelos com poucas pás também levantam menos poeira, um grande benefício para quem sofre de problemas alérgicos.

Agora, sabendo as informações básicas, qual equipamento escolher? Conheça os tipos de ventiladores e escolha o modelo perfeito pra você.

 

Ventilador de teto

O ventilador de teto distribui o vento de maneira mais uniforme, garantindo uma boa climatização. Tem, em média, alcance de 15 a 25 metros quadrados. Além disso, pode gastar menos energia, dependendo do modelo, e, para quem gosta de comodidade, já existem opções com controle remoto, que permitem o controle da velocidade.

A maioria desses equipamentos possui ainda a função de exaustão, que altera a rotação para o sentido anti-horário, oferecendo uma ótima circulação de ar.

Os ventiladores de teto podem ser encontrados também em diversos designs arrojados, o que ajuda a compor a decoração do ambiente.

A dimensão desses ventiladores varia, oscilando de 95 cm a 135, com potência média de 150W.

 

Ventilador de parede

O ventilador de parede produz uma ventilação mais longa, atingindo até 50 metros quadrados. Como é instalado em um ponto fixo da parede, em espaços amplos é indicado para quem deseja uma ventilação mais direcional, ou seja, em um local específico.

O modelo é também uma ótima opção para quem gosta de aparelhos ajustáveis: para adaptar a direção do ar, o ventilador de parede pode ser regulado tanto na horizontal quanto na vertical.

A instalação dos ventiladores de parede é simples, e os modelos se enquadram em diversos tipos de ambiente.

Seu tamanho varia entre 95 e 140 cm, com potência média de 150W.

 

Ventilador de coluna

O ventilador de coluna possui uma haste longa, que permite o ajuste da altura. Assim, consegue alcançar áreas maiores e uma melhor distribuição do vento.

Pode possuir mais opções de velocidade do que outros tipos, dependendo do modelo.

Possui tamanho variável, e consumo médio de 80W.

 

Ventilador de torre

O ventilador de torre é estreito e ocupa um espaço pequeno. Tem rotação mais elevada, possuindo também uma ventilação mais suave e regular.

Costuma ter um design mais moderno e, assim como o ventilador de coluna, possui tamanho variável e consumo médio de 80W.

 

Ventilador de mesa

O ventilador de mesa pode ser usado em cima de qualquer plataforma reta. É indicado para ambientes pequenos, com um número reduzido de pessoas.

Prático, pode ser carregado com facilidade por todos os cômodos da casa, e também tem como vantagem o valor mais baixo e a economia de energia.

O tamanho do ventilador de mesa pode variar de 20 a 40 cm, com potência média de 55W.

 

E você, qual modelo prefere? Conte pra gente.

Tag: ,